Doces deletérios.;
May all your dreaming fill the empty sky

Eu desenho você com palavras

Eu olho profundamente nos seus olhos
Quero enxergar o que os outros não vêem
Quero entender o seu motivo de ser triste em segredo
Quero ver o que está por trás dos seus olhos
Por que tem tanto prazer em ser triste?
Mas por que você tem tanta vida
Escondida, empilhada e desprezada?
O que você quer contar?
Para quem você quer contar?
Por que não se importa?
Por que o seu segredo se parece tanto com o meu?

— In Manual de Sobrevivência para Suicidas (Nick Farewell)






“Eu o entendo, Zé. Não é isso que você queria? Um alguém que lhe entendesse? Aqui estou. Sei bem como se sente, eu já passei por isso, ninguém escapa, Zé. É complicado se sentir sozinho em meio à essa multidão; mas é como se diz o ditado: “Antes só do que mal acompanhado”.”
Cuidado, Zé, a solidão é um vício.  (via calculei)






“Foi assim, foi ali, pronde foi? Foi proutro lugar, nem sei. Nem se despediu de mim.”
— Phill Veras



THEME